28 C
Belém
seg, 17 fev 2020 11:58

Coluna do Salame

Acompanhe de segunda a sexta as notícias do jornalista Edson Salame

Até Que Enfim

As distribuidoras absorveram a última redução no preço da gasolina, míseros quatro centavos por litro. Os postos de combustíveis reclamam das vendas que estão um pouco melhores, mas não atingiram os níveis de 2016.

Subindo

As águas dos rios Tocantins e Itacaiunas continuam subindo rapidamente, mas nada que assuste os moradores das margens.

Só Carne

Enquanto em Belém o consumidor reclama do preço da carne bovina, em Soure, a população deixou de comprar peixes. Lá o pessoal come filé a R$ 21,00 o quilo.

Só Búfalo

Aumenta a criação de búfalos em todo o Marajó. Há fazendas, no arquipélago, que não tem mais gado da raça nelore, só búfalo. De 40 a 50 cabeças são abatidos, diariamente, para abastecer a população de Soure.

Sucesso

É um sucesso de vendas o livro que conta a história dos 200 anos da Associação Comercial do Pará que, no lançamento, vendeu 200 exemplares. Agora, o livro está a venda somente na sede da entidade.

Sujeira

Todo ano é a mesma coisa: quando terminam os desfiles das Escolas de Samba na Aldeia Amazônica, o que restou dos carros alegóricos vai ficando pelo caminho para a Prefeitura recolhê-los.

Foi Pior

Este ano foi muito pior. Um carro de uma escola não identificada foi deixado no cruzamento da Alferes Costa com a Pedro Miranda.

Prudente

O Papa Francisco foi prudente em não autorizar que mulheres fizessem celebrações. A Igreja da Alemanha estava pronta para se afastar contra o Vaticano, assim como a Igreja Tradicionalista, no Brasil organizava uma manifestação contra o chefe da Igreja Católica.

Associados Que Bancaram

Pela primeira vez a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa ganhou um concurso Rainha das Rainhas, promoção do Grupo Liberal. Pela primeira vez, também, foram os associados que pagaram a fantasia da candidata. Até então quem pagava era a própria Alepa.

Menos da Metade

Ontem o grupo Carrefour anunciou a compra das 30 lojas do Makro, nos 16 estados e mais o Distrito Federal, inclusive a loja que fica em Ananindeua, por 1,95 bilhão de reais. No início das negociações, o Makro estava pedindo 5 bilhões por todas as lojas.