30 C
Belém
sex, 05 mar 2021 13:50
Início Sem categoria

Sem categoria

Subindo

Os casos de Covid 19 estão crescendo aqui em Belém. Os hospitais particulares estão recebendo cada vez mais doentes infectados com o Coronavírus.

Trabalham o Dia Todo

Os coveiros de Salinas trabalham, literalmente, todos os dias e o dia todo. É que conforme determinações das autoridades sanitárias quem morre de Covid 19 tem o corpo imediatamente enterrado.

Crise

A falta de trabalho está fazendo com que muita gente monte o seu próprio negócio. Num sinal de trânsito da Avenida Centenário um jovem, ontem oferecia pães e bolos inteiros e embalados.

Ecumenismo

Nas audiências Públicas realizadas em Breves em preparação ao Programa Abrace o Marajó, foi notado o bom relacionamento do Bispo Emérito de Soure, D. Luiz José Ascone, e o Pastor Gilberto Marques. Os dois religiosos combinaram unir forças para intensificar o combate a pedofilia e o tráfico de órgãos.

Cursos

Médicos e técnicos do Hospital alemão Oswaldo Cruz chegarão a Belém na próxima semana, para dar um curso no Hospital Ophir Loyola sobre Gestão de CTI.

Sujeira

A Prefeitura, governo ou qualquer outro órgão tem que retirar os venezuelanos que ocupam uma pracinha no canteiro central da Avenida Rômulo Maiorana. Adultos e crianças vivem em condições sub-humanas, dormindo sob um plástico preto e fazendo suas necessidades num quadradinho que já tem até uma fossa aberta.

Grande

A passagem de caminhões com cargas pela ponte é muito grande. Para que a carga seja atravessada por balsa é preciso que, de cada lado do rio, uma balsa saia de cinco em cinco minutos. Desde 2016 a Capitania dos Portos proibiu a navegação noturna de balsas naquele trecho, exatamente para evitar acidentes desse tipo. Mas os proprietários das balsas nunca respeitaram a ordem e a Capitania nunca exerceu uma fiscalização permanente. Aliás, a carga mais transportada pelas balsas é de madeira ilegal, sem documentação nenhuma. É por isso que elas navegam na escuridão.

Verdade?

Equipes da Cosanpa estão trabalhando no Bairro do Jurunas, levantando a relação de consumidores. Segundo a Radio Cipó, o objetivo é trocar todo o sistema de abastecimento de água, o que muita gente que não acredita porque a empresa está numa permanente crise de falta de dinheiro. Muitos moradores, entretanto, estão indo diariamente na igreja de Santa Terezinha, padroeira do Jurunas, pedindo que a troca da encanação seja verdade, até porque a água que aparece nas torneiras jurunenses está sendo chamada de tucupi, pela cor de ferrugem que tem. #cosanpa