Nesta quarta-feira (12), às 20h, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) volta aos palcos para concerto de abertura da temporada de 2020, com regência do maestro assistente Pedro Messias, para celebrar o compositor alemão Ludwig van Beethoven. A realização é do governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secult) e Academia Paraense de Música (APM).

O espetáculo fará homenagem aos 250 anos de nascimento de um dos maiores compositores da música erudita no mundo: nascido em dezembro de 1770, Beethoven atravessou séculos com sua genialidade e inovação musical. Sua história de vida é permeada por mistérios e causos, como o fato dele ter apresentado seu primeiro concerto com apenas 7 anos de idade, e ter peças compostas com apenas 12.

A OSTP agrega, com isso, à sua temporada uma programação que tem caráter mundial. “Ao longo do ano, orquestras do mundo inteiro irão celebrar esse grande gênio da história da música, um compositor que deixou um legado musical eterno. Não por acaso, faremos a abertura dos concertos com a Sinfonia n.3 e a Sinfonia n. 5, de Beethoven”, explica o maestro assistente Pedro Messias.

Sobre a escolha do repertório, o regente conta que são duas sinfonias das mais importantes na história da música. A Sinfonia n.3, por exemplo, marca o fim da era clássica e o início da fase romântica, e é também conhecida como “Eroica”. A obra foi inicialmente dedicada a Napoleão Bonaparte e, de acordo com a biografia do compositor, alterada para o título de “Eroica” quando Napoleão se auto intitulou imperador da França.

“Foi um marco na história da música, revolucionou todo o conceito de sinfonia na época. Beethoven inaugurou a segunda fase dele com essa obra, que foi durante muito tempo a sinfonia mais longa já escrita, em que ele começa a amadurecer suas ideias musicais em busca de uma nova sonoridade, de uma quebra de conceito”, acrescenta o maestro.

Já Sinfonia nº 5 é uma das mais tocadas e mais conhecidas no mundo. Pedro Messias destaca que “há um peso e uma responsabilidade por conta da carga de tradição que ela carrega, é sempre um desafio muito grande ler de outras maneiras uma peça que já é tocada há séculos”. “Para mim é um desafio maravilhoso, que faz a gente procurar a profundidade musical. O público certamente sairá encantado com a sonoridade beethoveniana”, diz.

Serviço
Concerto OSTP abertura da temporada 2020, com regência de Pedro Messias
Data: quarta-feira (12/02)
Hora: 20h
Local: Theatro da Paz
Entrada gratuita
Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do Theatro 1h30 antes do espetáculo e também no endereço www.ticketfacil.com.br a partir de 9h do dia 11/02, com taxa de conveniência de R$ 2 do site.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui