Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Amazônia Doc – Festival Pan Amazônico do Cinema. O evento será realizado de 11 a 20 de maio, em Belém, com mostras competitivas nacional e internacional.

Até dia 24 de março, documentaristas dos 9 países da Pan-Amazônia (Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa) estão aptos a enviar produções para as mostras competitivas Pan-Amazônica e Amazônia Legal.

Podem ser inscritos documentários curtas (de até 25 minutos) e Telefilmes/longas-metragens (com mínimo de 52 minutos). O edital está no site http://amazoniadoc.com.br/inscricoes. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, através da plataforma Filmfreeway (https://filmfreeway.com/AmazoniaDoc). Dúvidas e mais informações, pelo cel. +55 91 3349-2018. O resultado do processo de seleção será divulgado no dia 20 de abril.

Trazendo como objetivo, democratizar o acesso à produção audiovisual de documentários do território Pan- Amazônico, promover difusão e incentivar o intercambio de documentaristas em todos os países Pan-Amazônicos, o festival também forma público.

A edição 2020 também conta com a Amazônia Doc Lab & Caravana Matapi do Audiovisual, uma parceria firmada para o debate, reflexão e formação sobre as demandas da indústria audiovisual, a inserção da produção do Pará e da região Norte no mercado audiovisual nacional e internacional, além da permanência das políticas públicas conquistadas nos últimos anos. Após o evento principal, o festival ainda segue itinerante entre 15 de junho e 15 de agosto.

Projeto agrega mais dois festivais em 2020

Além das tradicionais mostras competitivas, este ano o Amazônia Doc traz mais dois festivais para dentro de sua programação. O 1º festival As Amazonas do Cinema, voltado para produção audiovisual feminina da Amazônia, vem fortalecer a presença, participação e representatividade efetiva de mulheres produtoras, cineastas, críticas, fotógrafas e jornalistas em todos os setores da produção audiovisual Pan-Amazônica. As inscrições poderão ser realizadas de 2 de março a 5 de abril.

Amazônia Doc (Foto: Holofote Virtual)
Amazônia Doc (Foto: Holofote Virtual)

E o 1º Curta nas Escolas, que além de democratizar o acesso ao cinema e a produção, contribui e estimula a consciência crítica dos alunos do Ensino Médio das Escolas Públicas Estaduais do Pará, através da linguagem cinematográfica. As inscrições serão de 20 de março a 10 de abril.

Há outras atividades que ocorrem antes do período oficial do festival. De 02 a 30 de março serão realizadas oficinas de Direção, Roteiro, Fotografia, Som e Edição de cinema para alunos do Ensino Médio das escolas públicas da região metropolitana de Belém. Os filmes produzidos pelos alunos durante as oficinas serão selecionados por meio de uma curadoria para programação na Mostra Competitiva/Mostra Paralela. Os 3 filmes da Mostra Competitiva que obtiverem a maior pontuação pelo Júri Oficial serão premiados.

10 anos e cinco eventos realizados

Nas últimas cinco edições, 30 mil pessoas já estiveram no Amazônia Doc e cerca de 300 filmes inéditos foram exibidos. Já estiveram em Belém, cerca de 80 nomes relevantes do audiovisual, entre cineastas, críticos e teóricos nacionais e internacionais (Brasil, Peru, Bolívia, Equador, Venezuela, Colômbia) para ministrar masterclass, workshops, mesas de debates e bate-papo. O festival contabiliza ainda 25 oficinas realizadas na área direção, roteiro, animação e fotografia para documentários, capacitando aproximadamente 500 participantes.

Amazônia Doc (Foto: Holofote Virtual)
Amazônia Doc (Foto: Holofote Virtual)
“Em 2019 completamos 10 anos de existência e realizamos nossa 5a Edição. Foi uma edição de consolidação do projeto, os resultados foram super positivos! Nosso objetivo principal na 6a Edição é manter o Festival vivo, pois ele articula, pensa nossa produção audiovisual, e ainda, contribui efetivamente com a articulação da nossa rede de intercâmbio com o cinema produzido nas diversas “AMAZÔNIAS”, diz Zienhe Castro, produtora do evento.

O Amazônia Doc iniciou impulsionado por editais e Leis de Incentivo. Passou por períodos mais difíceis e ano passado retomou seu fôlego com uma programação consistente trazendo diversas atividades e mesas de debates. Este ano, embora o projeto já esteja em execução, ainda não há recursos suficiente para que o festival seja realizado na integra.

Com realização do Instituto Culta da Amazônia e produção da ZFilmes, o festival ainda em processo de captação, mas já conta com co-realizacão da SECULT- Governo do Estado do Pará e Instituto Márcio Tuma, parcerias com o Sesc; Sebrae e Belém Soft Hotel, além do apoio cultural da Fundação Cultural do Pará – Cine Líbero Luxardo, Funtelpa, Holofote Virtual – Comunicação, Arte e Mídia, Pará 2000 e Distribuidora Estrela do Norte.

“Esses apoios são imprescindíveis para assegurar a infraestrutura mínima para a realização do evento. A equipe de organização/produção/comunicação e comissão de curadoria, até o presente momento, já trabalha para viabilizar o evento cultural, mas estamos mobilizados para tentar sensibilizar empresas locais e nacionais para abraçarem o projeto”, conclui Zienhe.

O Amazônia Doc busca patrocínios por meio da Lei de Incentivos do Estado do Pará- Lei Semear e da Lei de Incentivos fiscais do Governo Federal- Lei Rouanet, para garantir alimentação, transporte e remuneração da equipe de organização, comunicação, oficinas de formação, comissão de curadoria, jurados e cineastas palestrantes.

Serviço Serviço
6ª edição Amazônia Doc – Festival Pan Amazônico do Cinema.
Inscrições até 24 de março.
Acesse o edital no site http://amazoniadoc.com.br/inscricoes.
As inscrições são feitas pela plataforma Filmfreeway (https://filmfreeway.com/AmazoniaDoc).
Mais informações, pelo cel. +55 91 3349-2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui