Quem conhece o mercado avalia que serão poucas as empresas de Belém que terão condições fiscais de concorrer à licitação que indicará as firmas que vão assumir as linhas de transporte coletivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui