Na reunião de assembleia dos credores, os representantes da Y. Yamada autorizaram o administrador judicial, Mauro Santos, a vender todo o patrimônio da empresa, que além de prédios em Macapá, Belém e Abaetetuba, tem duas fazendas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui