“Os Dinâmicos – Raízes da Guitarrada” estão de volta a Belém, neste sábado, 28 de setembro, para animar o pré-reveillon da Lambateria Casa de Dança, que contará, também com a participação do DJ Eddie Pereira, da Black Soul Samba. Trazendo músicas inéditas, o repertório do grupo mistura ritmos quentes como cúmbia, guitarrada, lambada, salsa, carimbó e outras sonoridades latino e afro amazônicas, que prometem não deixar ninguém parado no salão.

“Os Dinâmicos” foi a primeira banda de Mestre Vieira, antes dele gravar o primeiro LP, passando a se chamar Vieira e Seu Conjunto. Lauro Honório (guitarra base), Luís Poça (teclado), Dejacir Magno (vocal) e Idalgino Cabral (baixo) gravaram vários dos LPs do criador da guitarrada, lançados entre os anos 1979 e 1990, e só retomaram a carreira em 2011, mais uma vez para acompanhar Vieira. Em 2015, eles gravaram o primeiro CD, com produção musical e participação do mestre, dando inicio a carreira autoral do grupo.

Atualmente, Os Dinâmicos, que adotaram ainda um subtítulo, Raízes da Guitarrada, trazem na formação também Jairo Rocha (bateria) e, apresentando, o jovem Guten Berg (guitarra solo). Além do show, o grupo prepara um novo disco para ser lançado em 2020, com repertório totalmente autoral, novos arranjos e uma cara própria.

“Temos ensaiado constantemente e estamos preparando o repertório do próximo disco, além de cumprir agenda de shows em Barcarena e também em municípios vizinhos”, diz Luís Poça. Os Dinâmicos se apresentaram recentemente na festividade de Nossa Senhora da Conceição, em Abaetetuba, e além deste sábado, em Belém, estarão no dia 30 de dezembro como uma das principais da festa de aniversário de Barcarena.

Lauro Honório, Luís Poça, Idalgino Cabral e Dejacir Magno também comemoram o sucesso da série de animação intitulada “Os Dinâmicos”, inspirada em diversas músicas de Vieira e Seu Conjunto, sendo obra de homenagem a eles e Mestre Vieira. O projeto foi selecionado pelo Edital de financiamento PRODAV-8/FSA/Ancine. Trazendo 13 episódios de 5 minutos, com direção de Luciana Medeiros e Afonso Gallindo, teve produção executiva da Central de Produção Cinema e Vídeo na Amazônia. Já foi exibida em TV Públicas e Universitárias e ganhou exibições públicas em Barcarena, Santa Luzia e Belém.

“É muito gratificante esse trabalho. Eu nunca imaginei que um dia poderia me transformar em desenho animado”, conta Dejacir Magno, o primeiro vocalista de Vieira e Seu Conjunto e o primeiro cantor a gravar uma lambada, segundo o pesquisador Saulo Caraveo, que recentemente defendeu sua dissertação de Mestrado sobre a guitarrada paraense.

Para Lauro Honório, a continuidade da banda e a animação são maneiras também de manter viva a obra de Vieira. “Para este pré-reveillon da Lambateria Casa de Dança pretendemos mostrar o melhor da guitarrada, ritmo que agente contribuiu muito com o Vieira, mas também terá um repertório com músicas paraenses famosas”, diz o guitarrista.

Idalgino Cabral, que tinha se afastado do grupo em 2018, retornou a banda este ano. Antes, ele chegou a gravar um disco de guitarrada. “Iniciei uma carreia solo, mas ao chamado dos Dinâmicos resolvi retomar a banda e realizar um trabalho autoral junto com eles”, diz o baixista.

Jairo Rocha entrou no grupo em 2011, quando Mestre Vieira se reencontrou com seus antigos músicos. “Eu sempre ouvia Mestre Vieira na infância, nas festas que tinham perto de casa, em Barcarena. Quando veio a oportunidade de estar junto com eles, não pensei duas vezes. Gravei o DVD dos 50 anos de guitarrada e segui junto. Espero que em 2020, com nosso novo disco, possamos circular pelo Estado fazendo muitos shows”, diz.

O músico mais novo do grupo é Guten Berg, também morador de Barcarena, e que assume o desafio da guitarra solo, o principal instrumento da guitarrada e que representa e personifica a obra de Vieira. “É um desafio muito grande assumir esse instrumento, pois todo mundo espera uma grande performance, já que era a posição do mestre Vieira. Quando toco as músicas dele, me esforço bastante para que o público reviva as emoções da guitarrada original que ele criou, mas também estamos encontrando nossa própria linguagem e nos trabalhos autorais certamente o público terá boas surpresas”, comenta.

O suingue da música negra e paraense será foco do Eddie Pereira, um dos DJs fundadores do Coletivo Black Soul Samba, que acabou de completar 10 anos de resistência na cidade. “Para mim, é uma honra tocar neste pré-reveillon, junto a esses músicos que possuem uma histórica importante no cenário da música paraense”, diz Eddie.

Serviço

Show “Os Dinâmicos – Raízes da Guitarrada”. Dia 28 de dezembro, na Lambateria, a partir das 23h. A casa abre 21h, com música eletrônica e participação do DJ Eddie Pereira. Ingressos R$ 25,00 na bilheteria ou pelo sympla. Lambateria Casa de Dança – Rua 28 de setembro, 1155, entre Doca e Quintino – Reduto. Mais informações e contato para shows: (91) 98134.7719/98409.2686.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui