Passado um período de lua de mel com a Polícia, o tráfico voltou a matar. Foram oito execuções em Belém e Ananindeua. Em Curuçambá, dos três mortos só um era ligado às drogas, os dois que morreram com ele iam jogar futebol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui