A família Santis, que há mais de 50 anos estava à frente do Cartório de Marabá, perdeu a Serventia para um concursado conforme determinou o CNJ, que não deixou a antiga titular entrar no Cartório nem para se despedir dos funcionários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui