As linhas alimentadoras do BRT serão exploradas por consórcios formados por empresas que já rodam nas linhas atuais, o que é uma novidade no setor de transportes coletivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui