O chefe da Sefa, Renê de Oliveira Jr., trazido de Minas Gerais pelo governador Helder Barbalho, deu nova orientação à fiscalização. Ao invés de multar o contribuinte, Renê prefere que ela seja instruído.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui