O advogado Roberto Lauria, que defende vários réus, oficiou à juíza do feito pedindo que ela aplique o entendimento do STF que manda que os primeiros a se manifestarem sejam os delatores.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of