Com tudo isto, as autoridades penitenciárias não reconhecem a existência das Facções dentro delas, mesmo com a juíza criminal de Marabá, Renata Milhomem, tendo recomendado que os presos egressos de Altamira fiquem em celas distintas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui