A maioria dos municípios paraenses tem um grave desequilíbrio fiscal, gerado, principalmente, pelo peso de suas folhas de pagamento de pessoal, já que as nomeações provocam uma despesa acima do ponto permitido pela Constituição.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of