A empresa estrangeira que pesquisava petróleo na costa do Amapá e abandonou ao trabalho por pressão Greenpeace, está se preparando para voltar ao trabalho. Pediu à CDP a reserva do armazém 11 do Cais do Porto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui