Enquanto isso, o Secretário-Adjunto de Inteligência e Análises Criminais do Pará, Delegado Carlos André Costa, dava uma entrevista ao Jornal Folha de S. Paulo dizendo que o governo vinha acompanhando, há dois meses, as facções criminais que atuam no presídio de Altamira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui