O movimento contra a construção do porto é liderado pelo Padre Amaro, sob a alegação de que o empreendimento prejudicará as terras de uma comunidade quilombola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui