Os remistas estão mesmo com saudades de ver o seu clube voltar a jogar no centenário estádio de Antônio Baena, o sempre simpático Baenão. A prova disso é que quem passava ontem à tarde pela Avenida Nazaré, ficava impressionado com a fila para comprar o ingresso para o jogo com o Luverdense, no sábado à tarde, na reabertura do campo azulino, que ia da sede azulina, dobrava a esquina e chegava até próximo à Braz de Aguiar.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of