Não está fácil iniciar as obras da remoção do Pedral do Lourenço que irá viabilizar a navegação da hidrovia Araguaia-Tocantins. Numa audiência pública, realizada em Marabá, para discutir o empreendimento, o Bispo da Diocese local atacou a obra dizendo que ele irá prejudicar a pesca, atividade que garante a sobrevivência das famílias daquela região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui