Ainda não foi marcada a data para a segunda audiência pública que será realizada em Abaetetuba, para discutir a implantação de um porto da Cargill numa grande ilha no município. A primeira foi adiada pelo grupo liderado pelo Padre Adamor, que alegou que a realização não havia sido fartamente anunciada. O Padre Adamor diz que o terminal vai prejudicar os grupos quilombolas que residem no município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui