No seminário dos governadores da Amazônia que começa, hoje, em Brasília, o governador Helder Barbalho se manifestará contra a transferência para Brasília e Manaus dos principais serviços da 2ª Região Fiscal da Receita Federal. O problema é que o Amazonas não terá o que reclamar da transferência é em Manaus que ficará o setor de fiscalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui