Quando a empresa Y Yamada entrou em liquidação judicial o Grupo Líder mostrou interesse em ficar coma Loja do Plaza Yamada que funciona num prédio da família do empresário Raimundo Cunha. Sob a alegação de que o ponto seria o carro-chefe do processo de recuperação da Yamada seus representantes não quiseram nem discutir o negócio.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of