A despeito da campanha da Celpa para desestimular os adolescentes, homens e mulheres, de empinar papagaios, como nos chamamos ou pipas como é chamada no sul, a brincadeira continua e são inúmeros os fabricantes que oferecem papagaios, rabiolas, linhas, papel de seda e talas, nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui