Quem foi almoçar, domingo, na sede campestre da Assembleia Paraense comeu o pão que o diabo amassou. Os pedidos, além de atrasarem, vinham trocados. Um sócio perguntou a uma funcionária porque tanta confusão e recebeu desta a informação de que muita gente da cozinha e do salão havia faltado. O restaurante da AP já foi conhecido como o de melhor cozinha e de preços justos de Belém.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui