Também nem o Governo do Estado, nem a Assembleia Legislativa, nem a Câmara Municipal, e nem mesmo, nenhuma entidade empresarial, como a ACP ou Fiepa, fizeram qualquer tipo de protesto contra a decisão do Governo Federal que reduz a importância do Pará na região amazônica, onde, por muito tempo, tínhamos aqui as sedes dos órgãos federais da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui