A empresa contratada pelo governo para retirar do fundo do rio Moju os destroços da ponte com a qual uma balsa colidiu, até agora, passado um mês do início dos trabalhos, ainda não conseguiu remover nenhum pedaço da ponte acidentada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui