Mesmo com a presença da Força Nacional os moradores de Belém não sentiram muitas mudanças do anterior governo para o de Helder Barbalho, na área de Segurança. As mortes nos bairros da periferia continuam assim como os assaltos a carros fortes e agências bancárias. Para o povão não bastam as estatísticas mostrarem a queda dos mal feitos, quer que eles sejam definitivamente afastados da vida dos belenenses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui