A Azul Linhas Aéreas impôs aos passageiros do voo Belém-Marabá um esforço extra. Ir a pé da Estação de Passageiros até o avião numa distância de 800 metros, no escuro. Um funcionário da empresa aérea, ao ser perguntado se não havia um ônibus, respondeu que esta seria de responsabilidade da Infraero e que o motorista estava dormindo.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of