Não adianta o governo do Estado destinar R$ 150 milhões para as obras emergenciais que melhorem o fornecimento de água para Belém. Para obras de água e esgoto os investimentos são grandiosos, o último foi feito na década de 1970, através de um financiamento do BID, quando o Coronel Alacid Nunes estava no governo.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of