A empresa contratada pelo governo para retirar do rio Moju os pedaços da ponte que foi destruída pela balsa com restos de dendê está concentrando todo o trabalho na área onde começará a nova ponte. O resto será retirado nos próximos três meses, que é o prazo registrado no contrato da obra entre a empreiteira e o governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui