Nestes últimos anos a CDP perdeu fatias significativas de seu patrimônio. Foi doado o terreno para a implantação do Belém Porto Futuro, em Miramar foi doada a área onde será construída a sede da Capitania dos Portos, e agora, as áreas de Miramar e Vila do Conde serão vendidas, mas com o dinheiro indo para os cofres da União.

Artigo anteriorResistindo
Próximo artigoJunho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui