A coluna Repórter Diário do Diário do Pará publicou, ontem, as firmas com os maiores débitos do ICMS. A exposição dos nomes é um verdadeiro escárnio a um estado como o Pará, cheio de todos os tipos de necessidades. A lista de caloteiros é liderada pela Cerpasa que, pelo valor devido, R$ 3,5 bilhões, parece que nunca cumpriu com suas obrigações fiscais.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of