A OAB, através de sua Comissão de Portos e Hidrovias, está acompanhando todas as ações judiciais que o governo entrou contra o proprietário da balsa que quebrou a ponte Moju Cidade. O problema é que os feitos da Procuradoria Geral do Estado podem ser um tiro na água. A empresa dona da embarcação não tem suporte financeiro para indenizar o estado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of