Os dirigentes da Saúde Pública do Pará tiveram o bom senso de fazer voltar para a chefia da Divisão de Doenças Transmissíveis da SESPA a médica Débora Crespo, qualificada para o cargo que trata de AIDS, tuberculose e hepatites. Débora havia sido vítima da política rasteira que demitira todos os ocupantes de cargos DAS que haviam sido nomeados pelo governo passado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of