O Ministério Público do Estado e o Ideflor têm posições antagônicas sobre a área naquela cidade onde um grupo pretende construir um empreendimento imobiliário. Enquanto o MP não permite a construção e identifica a área como de preservação, o Ideflor já a liberou. A Promotora de Salvaterra encarregada da questão diz que vai resolvê-la, mas não dá prazo para tal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui