A falta de doadores faz com que o Pará ocupe um dos últimos lugares entre os estados onde são feitos transplantes renais. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, basta este dado: de janeiro até agora, a equipe do Ophir Loyola fez um único transplante, condenando os renais crônicos a ficarem ligados a máquinas de hemodiálise.

1 COMENTÁRIO

  1. Não é a falta de doadores e sim a péssima estrutura fisica e de apoio do Hospital Ofrir Loyola e que não dá segurança para cirurgias dos transplantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui