O Ministério Público recorreu contra a decisão que inocentou cinco acusados de fraudes, quando trabalhavam na Alepa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui