O presidente Jair Bolsonaro foi, talvez, o brasileiro mais alegre pela confissão de Battisti. Disse na Internet: “Battisti, herói da esquerda, que vivia Colônia de Férias no Brasil proporcionada pelo governo do PT e suas linhas auxiliares (PSOL, PC do B, MST) confessou, pela primeira vez, participação em 4 assassinatos quando integrou o grupo terrorista Proletários pelo Comunismo”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of