A Fundação Nazaré de Comunicação vive a maior crise financeira administrativa de sua existência. Há falta de recursos para quitar as faturas de energia e telefones. Para pagar a folha de pagamento de seus funcionários teve que recorrer a Arquidiocese que lhe fez um empréstimo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui