Quando o secretário da Fazenda, René Souza, foi escolhido por Helder, foi levado em conta que era um ilustre desconhecido no Pará e por consequência livre de quaisquer pressões por entidades empresariais e por amigos. Na reunião, ocorrida no Regente, Helder fez questão de dizer que a SEFA não terá nenhum interferência, nem de qualquer autoridade do governo. A ordem é acabar com as bondades na SEFA e aumentar a arrecadação do estado.

#renesouza #sefa #helderbarbalho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui