A delação de Wagner foi reforçada pela, também delação, da irmã Wanessa que, juntos, montaram um escritório de advocacia em SP, por onde desviavam dinheiro público emitindo recibos de trabalhos fictícios. A irmã do antigo padre morreu em janeiro último. A família de ambos tem, no interior de Minas Gerais, fazendas de café, portanto, não fosse o hábito de roubar, não tinham necessidade de se meter em desonestidades.

#padrewagnerportugal

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of