Em face das constantes faltas de medicamentos que os transplantados precisam usar para evitar rejeições, o diretor geral do Ophir Loyola, que é credenciado para fazer a distribuição, reuniu todos os pacientes que precisam do remédio e explicou-lhes que quem compra as medicações é o Ministério da Saúde, que os manda para as secretarias de Saúde dos estados, e esta abastece os hospitais que fazem a distribuição, no caso do Pará, o Ophir Loyola.
#ophirloyola #ministeriodasaude

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of