O governo já decidiu romper o contrato que herdou do governo anterior com a OS. Considera intolerável que o estado tenha dado as administrações de seis hospitais para só uma empresa, cercada de muitas denúncias graves. Dos hospitais estaduais de Belém, só o Ophir Loyola não é gerido pela Pró Saúde.

#prosaude #governodoestado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui