A metade do passivo do Grupo Visão, que o levou a recuperação judicial, está nas mãos do Banco da Amazônia que fez uma operação de empréstimo à empresa. A quitação do débito está sendo negociado. O Basa deve ficar com o prédio da São Francisco onde funcionou a loja de móveis da Visão. O imóvel é o mesmo que garantiu o empréstimo.

#visao #bancodaamazonia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of