Agora, o governo estadual anuncia que vai recuperá-lo. Na verdade, fará um novo. Os administradores públicos brasileiros não tem o menor respeito com o dinheiro da Nação. O aeródromo de Salinas é um exemplo do que se está falando. O empreendimento foi inaugurado e o governo deixou que ele se acabasse. É o que está acontecendo com os prédios do Colégio Paes de Carvalho e a velha Escola Normal. No âmbito federal quem caminha para a destruição é o prédio onde funciona o extinto BNH e a antiga sede do INSS que fica na Dr. Moraes e teve três andares destruídos por um incêndio.

#aeroportodesalinas #paesdecarvalho #escolanormal#bnh #inss

1 COMENTÁRIO

  1. A empresa que ganhou a concorrência do aeródromo de Salinópolis nunca construiu 2 quilômetros de estrada e muito menos pista de pouso, ou seja não tem acervo técnico para fazer a obra e ganhou a concorrência com preços menores em torno 30% do valor da obra, ou seja ou as obras da secretaria de transportes eram superfaturadas que permitiu dar esse baita desconto ou a empresa a qualquer custo ganhou para “arrumar” depois uma solução vantajosa para todos.
    Como a setran está auditando os contratos da última gestão seria bom olhar esse com uma lupa bem grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui