Um aposentado pelo INSS com uma doença neurológica que o faz necessitar de um cuidador procurou o Instituto para ter acesso ao benefício que ajuda pagar a quem o serve. A funcionária que no posto recebeu os papéis para iniciar o processo foi de uma sinceridade cortante, “O Instituto só paga com uma ordem judicial”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of