A declaração do presidente da Vale, Fábio Schvartsman, de que a sirene de alerta em Brumadinho não tocou porque foi engolfada pela lama soou como escárnio às famílias dos mortos, que se perguntam como uma empresa do tamanho da Vale escolheu um local para instalar a sirene em que ela pudesse ser atingida por uma tragédia, que cabia ao equipamento alertar os empregados e moradores para fugirem. Era melhor que o seu Fábio ficasse calado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of