Márcio Miranda e José Megale mexeram mal no tabuleiro político e se deram mal. Megale, na esperança de chegar ao TCE, abriu mão da reeleição a deputado, o que estava praticamente garantida. Márcio Miranda atendeu a insistência do governador Simão Jatene e preferiu sua candidatura ao governo, deixando de lado a campanha para o Senado, que contava com o apoio dos deputados estaduais, independente de partidos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of