Stand-up “Coisas Que Eu Queria Te Dizer” promete risos e reflexões

Comédia dramática de Tiago Júlio Martins aborda os limites entre amor, paixão e obsessão

0
Tiago Júlio Martins (Foto: Divulgação)

Até que ponto ter um amor não correspondido por alguém é algo saudável? Quais os limites de uma grande paixão? Quando um sentimento bonito passa a se tornar uma obsessão? Todo romântico é brega ou há exceções? E mais: como misturar Carlos Drummond de Andrade com Wanderley Andrade na mesma peça? É para tentar responder esta e outras perguntas que o comediante, jornalista, escritor e roteirista Tiago Júlio Martins encarna um autor controverso e bem humorado em “Coisas Que Eu Queria Te Dizer”. O monólogo, com texto autobiográfico do próprio Tiago, mistura drama e comédia, num stand-up comedy surpreendente, e estará em cartaz no teatro Margarida Schivasappa, no próximo dia 7 (sete) de novembro (quarta-feira), às 20 horas, com classificação livre. A peça foi uma das premiadas e contempladas no edital “Pauta Livre” 2018, integrante do programa “Seiva”, do Governo do Estado do Pará para o segundo semestre.

Em “Coisas Que Eu Queria Te Dizer”, um único personagem em cena é responsável por desabafos, piadas, interpretação de poemas, interações com a plateia e reflexões acerca de ideias sobre o amor e a paixão. Com um texto hora irônico e sarcástico, hora lírico e poético, Tiago mantém o ritmo pulsante da peça por aproximadamente uma hora. Durante este tempo, ele convida o público a se emocionar e também a pensar a respeito de sua fixação não correspondida em uma moça identificada como Alice. Diferente de outros monólogos, em que não há quebra da chamada “quarta parede”, ou seja, em que o ator cria um universo próprio para si, à parte da realidade, em “Coisas Que Eu Queria Te Dizer” o personagem assume, desde o início, que está no palco para entreter uma audiência e se dirige diretamente à ela. Um jogo arriscado que promete surpresas.

Tiago vem da escola do stand-up comedy e tem experiência com o improviso. Atuou na cena local de comédia alguns anos e, em 2011, foi o grande ganhador de um concurso de microfone aberto organizado pelo grupo paraense nacionalmente aplaudido “Em Pé Na Rede”. Graças a esta forte influência do humor conhecido como “cara limpa”, Tiago, que também assina a direção da peça, optou por trazer para “Coisas Que Eu Queria Te Dizer” a mesma estética popularizada por grandes comediantes norte-americanos: o mínimo de cenário, ausência de sonoplastia e caracterização cênica simples, além da brincadeira sempre constante entre ator e personagem, que se confundem em cena durante todo o espetáculo.

Os ingressos custam R$ 15, meia-entrada e compra antecipada. Ao mesmo tempo em que fará a platéia rir e relaxar, o texto também propõe momentos dramáticos e singelos em que o ator se desarma completamente e expõe, através de versos e prosa, de forma poética, todo seu encanto diante de Alice. Um trabalho cênico elaborado que permitirá ver, por meio da fragilidade do personagem, o poder de um encantamento que desafia a lógica e acompanha o protagonista há anos. Para se divertir e sentir, “Coisas Que Eu Queria Te Dizer” é, ainda que os tempos sejam difíceis, um convite à necessidade de doar afeto ao outro e, de coração e cara limpa, amar, amar e amar um pouco mais.

Pontos de venda de ingressos físicos:
Icebode Serzedelo (Av. Serzedelo Corrêa, 1000, bairro: Batista Campos)
Icebode Duque (Av. Duque de Caxias ,744, bairro: Marco)
Icebode Doca (Av. Visconde de Souza Franco, 651, bairro: Reduto)

Ingressos antecipados digitais:
www.sympla.com.br

Serviço
“Coisas Que Eu Queria Te Dizer”
Quando? 7 de novembro de 2018
Onde? Teatro Margarida Schivasappa (Av. Gentil Bittencourt, 650)
Hora? 20h.
Quanto? R$ 15 (meia/antecipada)
Classificação livre

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here